quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O SONHO DA LIBERTADORES - Por Rodrigo Curty

E hoje a bola rola para mais três brasileiros na taça Libertadores da América. O Cruzeiro joga a segunda partida, e a dupla das maiores torcidas do Brasil estreiam.

Às nove e cinqüenta da noite, o Pacaembu estará lotado para a partida entre Corinthians e Racing de Montevidéu(URU). A torcida espera que o Timão mostre sua força, e que evite surpresas desagradáveis na estreia do campeonato sulamericano. Está ansiedade pode atrapalhar, mas pode acreditar será inevitável. Muito se fala da tão sonhada conquista no ano em que o clube completa 100 anos de vida. O elenco foi reforçado, a confiança e expectativa das vitórias nos pés de Ronaldo nunca ficaram tão evidentes.

Porém, a Libertadores já provou por A + B que o importante nem sempre é jogar bem, e sim saber como jogar. Aqui como no basquete, a bola parada pode decidir uma partida. Não é a toa que Mano Menezes treinou exaustivamente este artifício. É aguardar para ver se o Timão definitivamente aprendeu com os erros do passado.

Já no Maracanã, no mesmo horário, o Flamengo estreia diante de sua torcida contra o fraco Universidad Católica(CHI). Tanto o clube quanto os torcedores sonham em conquistar após 29 anos, o caneco continental. A tarefa não será nada fácil, afinal este torneio recentemente reservou uma surpresa desagradável a nação rubro-negra, a derrota histórica de 3x0 para o América(MEX). Assim como o Corinthians temos que esperar para ver se o Flamengo, apesar de contar no elenco com jogadores consagrados como Adriano, Petkovic, Vagner Love e Kléberson, por exemplo, aprendeu que nem sempre uma equipe que é tida como a favorita leva a taça para casa.

E o Cruzeiro. A Raposa busca a reabilitação da derrota de 2x0 na estreia para o Vélez Sarsfield, que chegou aos seis pontos e é líder do grupo 7, após a vitória magra por 1x0 sobre o Deportivo Itália(VEN). A partida será no Mineirão, e a expectativa é que o clube mineiro ataque desde o início para não ser surpreendido no final.

E foi no final que o Internacional quebrou um tabu. Derrotou o Emelec(EQU) por 2x1 de virada, aos 42’ da segunda etapa, gol de Alecsandro. O Colorado nunca havia vencido na estreia da competição.
Em tempo, outro representante brasileiro, o São Paulo joga apenas amanhã, na Colômbia, contra o Once Caldas. Depois eu conto.

Boa sorte aos brasileiros na Libertadores!!