sábado, 2 de julho de 2011

APENAS MAIS UM TORNEIO - Por Rodrigo Curty

E começou mais uma Copa América. O torneio serve para avaliar principalmente as principais forças sulamericanas e planejamento para a próxima Copa do Mundo. Mas será que vale a pena se preocupar? Sinceramente eu penso que não. Principalmente se avaliarmos que nas últimas vencidas pelo Brasil, de nada valeu, visto o que ocorreu nas Copas.

A 43ª edição é na Agentina, seleção esta que conta com o melhor jogador do Mundo, Lionel Messi, e que de nada valeu no empate em 1x1 contra a Bolívia na estreia. Tropeços como este fará o caneco que não é erguido desde 93 com certeza ficar novamente em outros braços.

Mas de volta ao Brasil. A conquista da Copa América não diz muita coisa. A última, por sinal nos deixou claro que não vale a pena ter grupo fechado, desde que os melhores no momento fiquem fora. Tudo bem que é bacana e compreensível um treinador manter aqueles que considera terem roído o osso e não terem se ausentado quando se mais precisou, porém, no futebol deve jogar quem resolve e não apenas os obedientes.

Penso que o torneio deve sim ser visto como um laboratório para a Seleção de Mano Menezes, mas não deveria ser levado tão a sério um possível tropeço ou principalmente a conquista da nona taça, e consequentemente à aproximação dos maiores vencedores Uruguai e Argentina com 14 conquistas cada.

O laboratório serve para avaliar o comportamento tático da equipe. O desempenho de dois preteridos por Dunga em 2010 - Ganso e Neymar. Muitos questionam que principalmente o segundo deve melhor sua apresentação com a amarelinha e cair menos, enfim.

Vamos analisar também outros fatores como a postura da nova zaga e dos laterais não tão novos assim e sempre questionados. O meio e ataque que insiste em nomes como Jadson, Elias, Robinho e Fred. Mas também em promessas como Sandro e Lucas. A equipe no todo não é ruim, mas precisa voltar a encantar o povo com o verdadeiro futebol e menos politicagem. E não se ilude se os comandados de Mano derem show. Agora é aguardar a estreia contra a Venezuela.

Até a próxima!