sexta-feira, 16 de agosto de 2013

A GLÓRIA DO GLORIOSO - Por Rodrigo Curty


O fechamento da 14ª rodada do Brasileirão, série A, mas uma vez mostrou que o São Paulo tem muita coisa para melhorar, o Botafogo não é líder à toa, e que Atlético PR e Internacional podem mais. 
A troca-troca de líderes mostra equilíbrio do torneio e das equipes, mas o Glorioso que vacila muito em casa tem certeza que precisa de muito mais para se manter na glória é nítido.
No gelado Morumbi, 25 mil pessoas, graças ao valor de R$2,00 no ingresso cantaram, empurraram e se decepcionaram no duelo entre São Paulo e Atlético PR. O tricolor mostrou determinação no início, mas aos poucos foi dominado pelo Furacão. O empate de 1x1 ainda foi bom para o time da casa, que sufocado resistiu até o fim. Na penúltima colocação, a pressão pela permanência de alguns atletas, dirigentes e do técnico Paulo Autuori continuam.
Em relação ao time paranaense é só alegria. Perto do G4, os comandados de Vágner Mancini e dentro de campo pelo experiente e interminável Paulo Baier surpreende a todos. O time é bem armado, rápido e conta com Petraglia nos bastidores para sempre se manter forte.
Já no duelo do Maracanã, uma das melhores partidas do torneio até aqui. O Botafogo com Seerdof joga bonito, mas ainda conta com deficiências, principalmente nas bolas paradas. Osvaldo de Oliveira faz excelente trabalho. Na base, Vitinho é um garoto de talento, mas a torcida e principalmente a mídia não deve valorizar muito para que ele só fique no “quase”.
Já o Internacional vai crescer ainda mais no torneio. O time tem uma base muito forte, principalmente do meio para frente. A mesclagem de gringos com D’Alessandro, Scocco e a experiência de Alex com frieza de Leandro Damião pode dar muito certo. Dunga, apesar de ter sido um grande líder dentro de campo, insiste em pecar pela falta de tato com os repórteres. Mídia training nele. Até quando isso vai durar?
Nesse final de semana a rodada promete fortes emoções e novas mudanças de posições. Faça a sua aposta e até a próxima!