quinta-feira, 20 de março de 2008

CHINA À VISTA- Por Rodrigo Curty

Estamos cada vez mais perto da Olimpíada de Pequim. E como não poderia ser diferente, muitos atletas brasileiros correm atrás de uma das vagas para os Jogos.

Na última terça-feira foi a vez do boxeador Washington Silva, da categoria meio pesado (-81kg), conseguir uma dessas vagas.

O brasileiro derrotou o norte-americano Cristopher Downs na disputa pelo bronze do Pré-Olímpico das Américas, disputado em Trinidad e Tobago pelo placar de 10 a 3.
Silva é o primeiro atleta do boxe a integrar a delegação brasileira que representará o país nos Jogos Olímpicos de Pequim, entre 8 e 24 de agosto.
Vale ressaltar que os outros brasileiros que participaram do torneio Pré-Olímpico em Trinidad e Tobago, e que não conseguiram se classificar, ainda vão ter a chance de defender o país em Pequim.

Como? Bem, os pugilistas brasileiros têm participação garantida no 2º Pré-olímpico continental, que acontece de 23 a 30 de abril, na Guatemala. O torneio vai garantir mais 23 atletas em Pequim.
A torcida é para que o Brasil consiga colocar outros atletas na competição mais importante do planeta.
O país já garantiu até o momento 157 vagas em 20 modalidades dos Jogos Olímpicos 2008. Além do boxe, teremos representantes nas modalidades do ciclismo estrada, ciclismo mountain bike, hipismo (adestramento, CCE e saltos), judô, natação, futebol (masculino), ginástica artística, ginástica rítmica, handebol (masculino e feminino), vela e vôlei (masculino e feminino), pentatlo moderno (feminino), remo, saltos ornamentais, taekwondo, tiro com arco e tiro esportivo.

Vamos continuar na torcida para aumentar a nossa equipe, e torcer para que essa seja uma Olimpíada inédita para o país que pensa mais no futebol.