segunda-feira, 4 de novembro de 2013

RESTAM DOIS - Por Rodrigo Curty

E lá se foi a 32ª rodada do Brasileirão, Série A e com ela a certeza que falta muito pouco para o Cruzeiro chegar a conquista. Faltam apenas seis rodadas, mas pelo andar da carruagem tudo leva a crer que o time mineiro com mais duas rodadas poderá comemorar. 
O detalhe para termos essa certeza é o fato do Cruzeiro estar há 13 pontos do agora vice-líder Atlético PR. Duas vitórias dão matematicamente o título, e precisaria de cinco tropeços nas últimas seis partidas, e claro que o Furacão vencesse todas para Minas não ser o palco das comemorações.
O campeonato a cada rodada se volta mais para os prováveis representantes na Libertadores de 2014 e os rebaixados. A disputa é acirrada de uma ponta a outra. Equipes como Goiás e Vitória ainda sonham em chegar. Por outro lado Grêmio e Botafogo se não retomarem o caminho das vitórias podem dar adeus as vagas.
Na parte de baixo a princípio um carioca irá para Série B. Vasco e Fluminense estão com 36 pontos e o caminho é árduo e com confrontos complicados, inclusive com quem também luta pela permanência. Mesmo assim, ainda imagino Bahia, Coritiba ou Portuguesa ficando com a última e não desejada vaga. É aguardar para ver.
Na parte intermediária destaque para o São Paulo que definitivamente está mais seguro e focado com seu esquema tático. Com a cara de Muricy Ramalho, os zagueiros fazem a diferença nas partidas e Aloísio mostra oportunismo. O time que era dado como rebaixado é agora um candidato há uma das vagas da Libertadores.
O Flamengo que teve muitas altas e baixas também está em boa fase. A vitória mesmo com um time misto contra o rival Fluminense deu tranquilidade para quem sabe na próxima rodada escapar de vez da degola. Focado na Copa do Brasil,  a tendência é que a equipe cresça de produção. 
Já o Grêmio e Botafogo oscilam demais nesta reta final. A preocupação da torcida é válida, afinal ambos correm o risco de não conseguirem a vaga no G4. O tricolor gaúcho, mesmo em casa não saiu do empate sem gols contra o Bahia. Foi um péssimo resultado e que pode atrapalhar emocionalmente contra o Furacão, por uma das vagas na final da Copa do Brasil. O Glorioso bem que tentou, mas não aguentou a pressão do Esmeraldino que surpreende nesta reta final e acabou derrotado por 1x0.
E o Internacional? De badalado antes da competição agora se vê em situação de risco.É bom ficar esperto. A derrota para o próprio Furacão acendeu de vez o sinal de alerta. O time chutou e criou mais, porém como em outras partidas não teve competência para sair vencedor.
O mesmo serve para o Corinthians que mesmo no empate por 1x1 contra o Vitória mostrou sinais de melhoras, porém é muito pouco para quem tinha banca de um dos prováveis campeões.
Viva o nacional limitado tecnicamente e que as próximas rodadas tenham muita emoção para não torcermos para acabar logo o ano.
Até a próxima!