quinta-feira, 13 de agosto de 2015

GALO PERDE E TIMÃO ASSUME A LIDERANÇA DO BRASILEIRÃO - Por Rodrigo Curty


O Brasilierão da série A está cada vez mais empolgante e com um novo líder. Agora quem puxa a fila é o Corinthians. O equilíbrio técnico das equipes é evidente. Para se ter uma ideia a diferença do Timão para o Sport, sexto colocado é de apenas sete pontos.
O Atlético MG precisava apenas de um empate contra o Grêmio, mas errou demais e foi derrotado em pleno Mineirão pelo placar de 2x0. O tricolor gaúcho vem embalado. Após a goleada histórica sobre o maior rival por 5x0, a estratégia de jogar no erro do adversário deu certo. Os dois gols saíram de jogadas de contra-ataques, graças ao entrosamento da dupla Douglas-Giuliano e frieza de Luan.
Do lado do Galo, o curioso é que o jogador de mesmo nome quase mudou o placar da partida. Dátolo foi recuado para o meio e o “menino maluquinho” usou e abusou das jogadas de fundo, mas que não teve sucesso pela falta de pontaria dos atacantes. Ontem não era o dia do time mineiro, pois quando a bola ia para a direção do gol, lá estava Marcelo Grohe, provando e justificando a convocação para defender as cores da Seleção Brasileira. Tem muito potencial.
O momento é de calma para o Atlético MG. A derrota não pode ser vista como um problema. A torcida reconheceu e aplaudiu a garra, coragem e determinação da equipe em campo. Isso às vezes vale mais que uma vitória sem brio e dá moral para a sequência da competição. É saber se acostumar e entender que tem dia ou noite que as coisas não saem da forma prevista, e isso não foi uma exclusividade, uma vez que você pode ter certeza que muitos ainda irão oscilar, afinal faltam 20 rodadas para conhecermos o campeão da edição 2015.
O mesmo serve para quem está na parte perigosa da tabela. Goiás, Coritiba e Vasco deverão sofrer por muito tempo até conseguirem escapar. Ok, o Coxa Branca venceu sua partida contra o Palmeiras, mas ainda falta algo a mais para passar confiança e ter regularidade.
Já o Joinville, por exemplo é outro nas mãos de PC Gusmão, que em três partidas, venceu duas e empatou uma. É nítido que o time tem hoje um padrão tático bem aplicado, comprometimento e motivação. O tricolor catarinense, quem diria está apenas quatro pontos dos outros catarinenses Avaí e Figueirense. É possível acreditar que saia em breve do Z4, ainda mais se jogar como se deve em casa. Ontem a vitória de 3x0 sobre o Cruzeiro provou isso.
Vamos aguardar a última rodada e fazer as projeções do segundo turno. Se é que isso seja possível nesse que é um dos torneios mais equilibrados dos últimos anos.
Ate a próxima!